Dieta do Ácido Úrico

O excesso de Ácido Úrico pode ser danoso à nossa saúde. Como bem sabemos, é necessário haver equilíbrio, seja na alimentação, ou em qualquer âmbito da saúde.

É necessário que os níveis de Ácido Úrico estejam equilibrados no nosso organismo, se houver um excesso, uma série de complicações podem ser desencadeadas.

Como exemplo temos a gota, que é a mais comum das complicações provida do Ácido Úrico. Esta consiste na calcificação do ácido no local onde o desconforto ocorre, que na maioria das vezes é nos dedões dos pés. E não é só esse, outros eventos também podem ocorrer, como o AVC e o calculo renal.

Existem uma série de alimentos que podem aumentar os níveis de Ácido Úrico, que são eles: Carnes vermelhas e carne de peixe, feijão, couve-flor, bebidas alcoólicas, molhos, entre outros.

A seguir iremos mostrar como funciona a dieta do Ácido Úrico. Esta não é uma dieta com cardápios já prontos, você terá de montar o seu próprio cardápio, com base nos alimentos permitidos. Falaremos a seguir, justamente sobre esses alimentos.

Monte o seu próprio cardápio, inserindo os alimentos permitidos que estarão listados logo abaixo, e evitando os proibidos.

  • Cenoura: A cenoura propicia uma série de benefícios para a nossa saúde, por este motivo, tal alimento deve ser consumido com frequência. Além de imunizar o nosso sistema imunológico, a cenoura diminui a quantidade de Ácido Úrico existente no nosso organismo.
  • Laranja: Uma das frutas mais poderosas existentes, a laranja é riquíssima em Vitamina C, nutriente esse este essencial para a nossa saúde.
  • Semente de abóbora: Uma peculiaridade da semente de abóbora é que a mesma possui uma quantidade considerável de Fibras. Ela também é indicada para indivíduo com alto de teor de  Ácido Úrico.
  • Limão: Uma outra fonte de Vitamina C, que também é indicada para conter o alto índice de Ácido Úrico.
  • Café: Uma boa notícia para os brasileiros, já que o café é bastante cultuado pela nossa gente.

Procure apenas não exagerar na dose, por mais que o café seja uma poderosa bebida que ajuda a regular os níveis de Ácido Úrico, ainda sim o consumo deve ser moderado; a alta concentração de cafeína pode trazer complicações, como a insônia por exemplo.

  • Alho: Citando algumas das vantagens do alho, podemos salientar a imunização da visão. Ou seja, o alho ajuda a proteger a saúde do nossos olhos, prevenindo os mais variados tipos de complicações.
  • Cebola: A cebola é outro alimento parecido com o alho, ela também ajuda a proteger a visão; e além disso, ajuda a regular os níveis de Ácido Úrico
  • Alcachofra: A alcachofra não é um dos alimentos que encontramos com frequência nos pratos dos brasileiros. Mas apesar de não ser tão cultuada, a alcachofra possui o seu espaço. Esses que consomem o alimento com frequência, provavelmente não têm problemas relacionados ao excesso de Ácido Úrico.

Conclusão sobre a dieta Ácido Úrico

Você pôde conferir que alguns alimentos importantes para a nossa saúde podem promover o Ácido Úrico no nosso organismo.

Como exemplo temos os peixes, e as carnes. A minha dica é: por mais que estes alimentos não sejam indicados para indivíduos com excesso de Ácido Úrico, ainda sim o consumo dos mesmos devem ocorrer, pelo fato deles possuírem nutrientes essenciais para o nosso organismo.

O segredo é manter um equilíbrio sobre a quantidade e qualidade dos alimentos utilizados no dia a dia. Se necessário for, procure a orientação de um nutricionista, que o mesmo saberá montar um cardápio adequado para você.

Sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *